Encontro benefícios das abelhas na agricultura é promovido por UFS

Benefícios das Abelhas na Agricultura

O encontro “Benefícios das Abelhas na Agricultura” é o primeiro de uma série de três encontros propostos no âmbito do projeto ‘Oficina sobre polinização na agricultura familiar no Sertão Sergipano: conciliando produtividade e conservação dos polinizadores’ (Edital Fapitec/SE/Funtec/CNPq nº 02/2015 – Olimpíadas e popularização da ciência). Os demais encontros serão realizados ao longo do ano de 2016, nos municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco.

O evento, que acontece no dia 2 de dezembro, na Associação Atlética Banco do Brasil, Rod. Engenheiro Jorge Neto, Silos, em Nossa Senhora da Glória, é gratuito e aberto ao público.

Apenas a participação nas oficinas temáticas, a serem realizadas no Campus do Sertão, requerem pré-inscrição, que pode ser feita presencialmente no Campus do Sertão, mediante entrega da ficha de inscrição contida no folder em anexo, por telefone (79 3411-1421), ou via e-mail (polinizadores.sertao@gmail.com) informando o nome completo e ocupação principal.

Público-alvo

Produtores rurais, criadores de abelhas, estudantes, gestores públicos e os demais integrantes da região.

 Integrar a criação de abelhas (apicultura e meliponicultura) à agricultura regional

Aliar produção sustentável de alimentos à conservação dos serviços ecossistêmicos na agricultura requer melhorias em educação e assistência técnica. Embora a polinização realizada por abelhas ocorra em aproximadamente 70% das espécies, pesquisa recente indica que 78% da população desconhece o termo e sua repercução na produção de alimentos de qualidadee no aumento dos lucros do produtor.

Reconhecendo a urgência da difusão do conhecimento sobre polinização e agentes polinizadores no contexto agrícola, foram idealizados encontros durante os quais serão realizadas reuniões participativas, palestras, oficinas de capacitação, que enfatizarão os benefícios da polinização para a produção de frutos e sementes nos cultivos e formas de integrar a atividade de criação de abelhas (apicultura e meliponicultura) à agricultura regional.

Em uma etapa seguinte, as informações, experiências e propostas compartilhadas entre pesquisadores e representantes dos diversos segmentos da sociedade civil serão reunidas em um manual técnico voltado aos produtores e técnicos agrícolas, visando difundir a adoção das práticas amigáveis aos polinizadores nos cultivos.

Em médio e longo prazo, esperamos contribuir para que a polinização seja considerada na escolha das práticas agrícolas adotas pelos produtores e para a inserção do tema nas metas de politicas públicas para a agricultura familiar do Estado.

Objetivos

Difundir o conhecimento sobre o manejo de abelhas polinizadoras e sua importância estratégica para a agricultura familiar no Alto Sertão, bem como estimular a adoção de práticas amigáveis aos polinizadores nos cultivos que dependem de polinizadores para a produção de frutos e sementes.

Mais informações

Folder

Coordenação

Dra. Fabiana Oliveira da Silva (UFS – Campus do Sertão)

Equipe

Dr. Claudio Jose Parro de Oliveira; Dra. Clarice Ricardo de Macêdo Pessoa;Dr. Fabiano Branco Rocha;Dr. Sidnei Tavares dos Reis (UFS – Campus do Sertão); Dr. Maycon Fagundes Teixeira Reis.

Fonte: UFS

Artigos relacionados

Adicionar comentário